Movimentação de cargas: 4 dicas para aumentar a segurança

Movimentação de cargas: 4 dicas para aumentar a segurança

Para garantir a produtividade na indústria, é preciso que a movimentação de cargas siga procedimentos internos de segurança. Veja os mais importantes!

O uso de equipamentos para a movimentação de cargas aumenta a produtividade e reduz o custo das indústrias. Mas, se forem manuseados de forma incorreta, eles podem causar prejuízos em vez de ganhos para a empresa. E ninguém aqui quer ver os funcionários afastados por acidentes de trabalho, não é mesmo?

Por isso, se você procura aumentar a segurança e fazer um melhor uso das máquinas, é preciso estar atento a algumas práticas importantes. Confira quatro dicas que você não pode deixar de lado:

1. Identifique os riscos com antecedência

Trabalhar com cargas pesadas envolve riscos a aqueles que estão de alguma forma ligados à execução das atividades. Desde o operador até os pedestres e os trabalhadores na linha de produção, todos estão vulneráveis a acidentes — a não ser que você identifique e elimine os perigos, claro.

Por isso, não espere que o pior aconteça: siga as normas previstas em lei — como a NR 11 — e crie programas de ações preventivas. Entre as mais comuns está a simulação de movimentação de cargas, considerando-se as dimensões, a trajetória de deslocamento e os obstáculos no caminho que a carga percorrerá.

Para não se perder em meio aos procedimentos, crie um checklist com as ações prévias que devem ser tomadas antes do içamento. Ah, e não se esqueça de criar regulamentos para a circulação de pedestres e veículos de forma a controlar o trânsito.

2. Treine os colaboradores para a movimentação de cargas

Como dissemos, os dispositivos para içamento de cargas são investimentos que reduzem esforços e diminuem o tempo das atividades industriais. No entanto, se não forem bem manuseados, eles terão uma vida útil menor que a esperada, além de oferecer riscos aos empregados.

Logo, se você quiser evitar acidentes, escolha a dedo e prepare bem os operadores. Permita apenas que profissionais treinados, capacitados e com certificados em dia manuseiem pontes e pórticos rolantes. Além disso, faça treinamentos internos para que eles se familiarizarem com o espaço onde atuarão.

3. Faça manutenções periódicas

Tenha claro que não adianta investir alto em pontes rolantes e pórticos de última geração se as manutenções não forem seguidas à risca. Afinal, a movimentação de cargas pesadas gera desgastes naturais — e esses não devem ser ignorados.

Por isso, a nossa dica é: verifique frequentemente o estado dos equipamentos e garanta que não haja problemas. Como as operações dependem de diversos componentes, como cintasolhais, lingas e manilhasinspecione todos os acessórios antes de iniciar os trabalhos. E esteja atento para as recomendações dos fabricantes.

movimentação de cargas

Acesse: https://seyconel.com.br

4. Assegure o uso diário de equipamentos de proteção individual

É impossível falar em segurança no trabalho sem citarmos o uso correto e constante dos equipamentos de proteção individuais (EPIs) e coletivos (EPCs). Isso porque as atividades de içamento envolvem riscos não só aos operadores, mas também a todos que estiverem no mesmo ambiente.

Portanto, crie campanhas e ações internas para lembrar — e alertar — os funcionários da necessidade de utilizar os equipamentos. Aposte no desenvolvimento de procedimentos padrão para fixar esses comportamentos, transformado-os em hábitos dentro da indústria.

E não se limite aos capacetes, óculos, luvas, calçados e protetores auriculares. Cones, fitas zebradas, sinalizações visuais com giroflex e sirenes também têm um papel fundamental para a prevenção, sendo parte do cotidiano da empresa.

Ao seguir essas dicas, tenha certeza que a movimentação de cargas será uma atividade mais segura e produtiva, tanto para seu negócio quanto aos colaboradores. E você, já tomou alguma dessas medidas? Conte para a gente nos comentários!

Ligaremos para você

De Segunda à Quinta-feira das 08:00 às 12:00 e das 13:00 às 18:00.

Sexta-feira das 08:00 às 12:00 e das 13:00 às 17:00